Museu Antropológico Diretor Pestana

Museu Antropológico Diretor Pestana - MADP

Área de identificação

Identificador

BR RSMADP

Forma autorizada do nome

Museu Antropológico Diretor Pestana

Forma(s) paralela(s) de nome

Outra(s) forma(s) do nome

Tipo

  • Particular

Área de contato

área de descrição

história

O Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP), mantido pela Fundação de Integração, Desenvolvimento e Educação do Noroeste do Estado (FIDENE), foi criado em 25 de maio de 1961, junto ao Centro de Estudos e Pesquisas Sociais da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ijuí – FAFI com o objetivo de resgatar e preservar a memória regional, promover a cultura, a educação e o lazer. Constituir-se em “síntese da evolução da região pela mão do nosso homem...” era segundo seus fundadores, o objetivo a ser perseguido. Buscando concretizar este objetivo o Museu preserva tanto documentos textuais/bibliográficos e iconográficos como museais, permitindo assim, o resgate e preservação da memória de forma globalizada e a disponibilização do acervo aos pesquisadores. Instalado, inicialmente, em prédio alugado, possui hoje sede própria, com área de 1.618 m², climatizada, oferecendo as condições ideais para conservação do acervo constituído por mais de 29 mil peças museais. Este acervo é disponibilizado através das exposições permanente e temporárias e outras atividades educativo-culturais.

contexto cultural e geográfico

Mandatos/Fontes de autoridade

estrutura administrativa

A estrutura administrativa do Museu é assim distribuída:

  1. Presidência da Fidene
  2. Conselho Superior do Museu
    3.Direção do Museu
    3.0 Secretaria
    3.1 Divisão de Imagem e Som
    3.2 Divisão de Documentação
    3.3 Divisão de Museologia
    3.4 Divisão de Educação e Divulgação
    3.5 Divisão de Laboratórios

Políticas de gestão e entrada de documentos

Prédios

O prédio está localizado próximo à Sede Acadêmica da Fidene e da EFA na Rua São Francisco de Assis e em direção ao campus da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Unijuí.

Acervo

O Museu Antropológico Diretor Pestana tem seu objetivo centrado na preservação da história e memória do município de Ijuí. Para cumprir tal objetivo preserva tanto documentos museais como textuais, bibliográficos, cartográficos, sonoros, audiovisuais e iconográficos, os quais resgatam aspectos significativos da história do município e de sua mantenedora, a FIDENE
O acervo da Divisão de Documentação do Museu Antropológico Diretor Pestana vem sendo constituído ao longo das últimas décadas e abriga documentação de natureza pública e privada relacionada ao município de Ijuí e subsidiariamente da região noroeste do Rio Grande do Sul. Em seu conjunto documental encontra-se registrada e preservada parcela significativa da memória regional, o que o torna referência para estudantes, pesquisadores e estudiosos da cultura e da história de Ijuí e região.
Complementa esta documentação a hemeroteca, constituída por 40 títulos, relacionados à cidade de Ijuí, Estado do Rio Grande do Sul e Brasil, considerados de cunho histórico e de grande relevância para a história da cidade, em sua maior parte, proveniente de Ijuí e região.
Esta documentação está classificada nos seguintes arquivos: Ijuí, Regional, Sindicalismo, Cooperativismo, Kaingang, Guarani e Xetá e FIDENE, totalizando 975,41 metros lineares de documentos. É organizada em arquivos e coleções de importância fundamental para a história ijuiense.

Instrumentos de pesquisa, guias e publicações

O Museu possui como instrumentos de pesquisa vários índices de seus arquivos e coleções disponibilizados de forma local ou através de seu site https://www.unijui.edu.br/museu/pesquise-museu-ijui#documentacao.
Possui publicações classificadas pela Biblioteca Mario Osorio Marques, que podem ser acessadas pelo http://sieweb.unijui.edu.br. Entre elas as Coleções e Cadernos do Museu e obras publicadas sobre os acervos preservados pelo MADP como:
Regimento MADP. Ijui: Ed. UNIJUI, 2002. 12 p.
Museu: sua história. Ijui: FIDENE, 1981. - 67 p.
Dr. Martin Fischer :fundador e diretor do museu antropológico Diretor Pestana : retrato de uma homenagem Ijui: (s.l.), 1969. n.p.
Lazzarotto, Danilo, Historia de Ijui. Ijui: Ed. UNIJUI, 2002. - 215 p.
Canabarro, Ivo dos Santos., Dimensões da cultura fotográfica no sul do Brasil. Ijuí : Ed. UNIJUI, 2011. 360 p.
Weber, Regina., Levantamento de temas no Correio Serrano :1917-1945. Ijui : Ed. UNIJUI, 2001. 76 p.
Cardoso, Luciana Silveira. Museu como instrumento de gestão do patrimônio cultural :desenvolvimento do plano museológico no Museu Antropológico Diretor Pestana. Santa Maria, 2014. - 94 f.
Marques, Mario Osorio, Nossas coisas e nossa gente. Ijui : Ed. UNIJUI, c2004. - 263 p
Museu Antropo logico Diretor Pestana:40 anos de historia. - Ijui : Ed. UNIJUI, 2002. 56 p.

área de acesso

horário de funcionamento

O Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP) atende de segunda à quinta-feira, nos períodos da manhã (8h às 11h30min) e tarde (13h30min às 17h). Às sextas-feiras, o atendimento ocorre apenas no período da manhã (8h às 11h30min). Horários diferenciados mediante agendamento.

Condição de acesso e uso

Acessibilidade

área de serviços

serviços de pesquisa

A solicitação de pesquisa é realizada no horário de funcionamento, de forma local ou por e-mail: madppesquisa@unijui.edu.br. Não é necessário agendamento prévio para realizar pesquisas no acervo, com exceção para turmas ou grupos. A equipe do Arquivo oferece orientação quanto aos acervos disponíveis, auxilia no manuseio dos instrumentos de pesquisa, nos documentos e nos procedimentos para requisição de reprodução de documentos.

serviços de reprodução

O acesso ao ao Correio Serrano e Die Serra Post (jornais) digital não tem custo. A reprodução de documentos pode ser gravadas em CD, pen drive ou outra mídia ou remetidas por e-mail. Para ver os custos de reprodução dos documentos acesse o endereço: https://www.unijui.edu.br/arquivos/museu/taxas_museu_2018_2.pdf

Áreas públicas

Área de controle

Identificador da descrição

MADP

Identificador da instituição

Museu Antropológico Diretor Pestana

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Completo

Datas de criação, revisão e eliminação

O Museu Antropológico "Diretor Pestana", criado por Portaria da Direção da Faculdade de Filosofia , Ciências e Letras de Ijuí - FAFI de 25 de maio de 1961, tem sede em Ijuí, RS, é mantido pela Fundação de Integração, Desenvolvimento e Educação do Noroeste do Estado - FIDENE, instituição de caráter comunitário, sem fins lucrativos e pessoa jurídica de direito privado com sede e foro na cidade de Ijuí, constituída em 7 de julho de 1969, conforme escritura pública nº 18.344/43, às folhas 69 verso a 72 verso do Livro de Transmissões nº 177 do Tabelionato de Ijuí, e registrada no Livro de Registro de Sociedades Civis A-um (1), à folha 127 verso, sob nº 210, do Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas da Comarca de Ijuí, Estado do Rio Grande do Sul, em 03 de outubro de 1969.

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

www.unijui.edu.br/museu

Notas de manutenção

Descrição realizada por Sandra Schinwelski Maldaner, arquivista MADP/FIDENE.

Pontos de acesso

Pontos de acesso

  • Área de Transferência