Rio Grande do Sul

Taxonomy

Code

Scope note(s)

Source note(s)

Display note(s)

Hierarchical terms

Rio Grande do Sul

Equivalent terms

Rio Grande do Sul

Associated terms

Rio Grande do Sul

8 Archival description results for Rio Grande do Sul

8 results directly related Exclude narrower terms

Alambique

Dr. Bozano. Aparece o alambique, pessoas na frente. Dois seguram pedaços de cana. Uma criança com a mão na boca encostada em uma coluna ao lado de um homem com uma mão na cintura. O alambique era da família Ceccatto.

Alambique

Dr. Bozano. Aparece o alambique, pessoas na frente. Dois seguram pedaços de cana. Uma criança encostada em uma coluna ao lado de um homem com as duas mãos segurando um pedaço de cana. O alambique era da família Ceccatto.

Alambique de Lourenço Ceccatto

Dr. Bozano. Na foto, aparecem três carroças carregadas de cana, homens, um barril. Ao lado esquerdo, um menino a cavalo. Aos fundos, o alambique, uma roda d'água, uma casa e um galpão. Alambique para a fabricação de cachaça. Local: Antigo Faxinal, na época (1985), Dr. Bozano, hoje (2018), Bozano, perto do distrito Floresta, em Ijuí. Proprietário: Lourenço Ceccatto e em 1985, Alfredo Sartori (segundo informações de Lourdes Sartori, de Dr. Bozano). Contudo, o alambique não existe mais. Segundo informações, livro de ocorrências 48/74, os nomes dos integrantes da foto eram: Nelsom Ceccatto, valor Ceccatto, Louranço Ceccatto, Valmir Sandri, Júlio Francisco Vieira, Celso Vieira, Emiliano Sandri e Aristide Máximo Pereira. a REP foi feita por Beck e comprada pelo museu em 1974.

Alambique de Lourenço Ceccatto

Dr. Bozano. Na foto, aparecem três carroças carregadas de cana, homens, um barril. Ao lado esquerdo, um menino a cavalo. Aos fundos, o alambique, uma roda d'água, uma casa e um galpão. Alambique para a fabricação de cachaça. Local: Antigo Faxinal, na época (1985), Dr. Bozano, hoje (2018), Bozano, perto do distrito Floresta, em Ijuí. Proprietário: Lourenço Ceccatto e em 1985, Alfredo Sartori (segundo informações de Lourdes Sartori, de Dr. Bozano). Contudo, o alambique não existe mais. Segundo informações, livro de ocorrências 48/74, os nomes dos integrantes da foto eram: Nelsom Ceccatto, valor Ceccatto, Louranço Ceccatto, Valmir Sandri, Júlio Francisco Vieira, Celso Vieira, Emiliano Sandri e Aristide Máximo Pereira. a REP foi feita por Beck e comprada pelo museu em 1974.

Alambique

Santa Lúcia, Ijuí, RS. O alambique. A foto mostra um prédio de madeira onde está instalado o alambique. Na frente, um grupo de trabalhadores, animais e carroças utilizados no transporte de cana, barris e outros utensílios utilizados na fabricação da aguardente.

Alambique

(Local da imagem não identificado). Aparece um galpão aberto e ao lado, mais a esquerda, parte de um grande forno. Próximo a este, um senhor e um menino em pé. Em baixo do galpão, dois senhores, um tomando chimarrão, ao lado de uma menina pequena, de branco e um menino encostado em uma carroça carregada de cana. Ao lado desta, em baixo do galpão, outra carroça com cana e uma junta de bois. Perto destes, outro senhor, Atrás do galpão, mais duas carroças também carregadas e cana, e entre elas, um senhor.

Alambique

(Local da imagem não identificado)

Alambique

(Local da imagem não identificado)