Mostrando 16 resultados

Descrição arquivística
Ijuí Ijuí - Rio Grande do Sul - Brasil
Opções de pesquisa avançada
Visualizar impressão Visualizar:

Documentos textuais

  • BR RSMADP AI-T
  • Seção
  • Parte deIjuí

O gênero textual reúne documentos referentes à administração municipal, à genealogia familiar (aproximadamente 500 famílias), casas comerciais, indústrias e outras instituições (ligadas à agropecuária, prestação de serviços, meios de comunicação e transporte, benemerentes, classistas, culturais, esportivas, recreativas, estudantis, comunitárias, político-partidárias, religiosas e de saúde). Recortes de jornais também compõem os documentos textuais, com matérias colecionadas pelo primeiro diretor do MADP, Martin Fischer, sobre os assuntos e entidades municipais.
DESTAQUE DA SEÇÃO:
Genealogia (Textual): documentos classificados no tema “0. Generalidades” como históricos familiares, árvores genealógicas, documentos como certidões de batismo, casamento, nascimento e óbito, passaportes e outros documentos de famílias ijuienses.

Cartório Eleitoral de Ijuí (Textual): Documentos classificados no tema “0. Generalidades/0.1 Administração Pública", que reúne 26.780 processos eleitorais das décadas de 1950, 1960 e 1970. Com frequência, a documentação é pesquisada para fins de subsidiar processos de aposentadoria e levantamentos genealógicos.

Comissão de Terras e Colonização do Arquivo Ijuí (Textual): Documentos classificados no tema “1. Administração Municipal”, com 378 registros de lotes urbanos e rurais da Colônia Ijuhy, datados de 1877 a 1912, anteriores à emancipação do município de Ijuí. A documentação é pesquisada como fonte de comprovação histórica e sociocultural da colonização local. Os documentos estão Microfilmados e digitalizados.

Prefeitura Municipal de Ijuí (Textual): Documentos classificados no tema “1. Administração Municipal”, que reúne 96.626 documentos da Administração Pública Municipal custodiados pelo MADP, sendo 1.054 relatórios de atividades da Intendência Municipal e de Secretarias (de 1912 a 1981), 15.593 telegramas expedidos e recebidos (de 1912 a 1982) e 63.839 correspondências expedidas e recebidas (de 1911 a 1973). O índice dos documentos está disponível na Sala de Pesquisa.

Documentos iconográficos (Fotografias)

  • BR RSMADP AI-I
  • Seção
  • 1893-2011
  • Parte deIjuí

A documentação é formada em sua maioria por suportes do processo analógico, em cores e monocromáticos (preto e branco). Há diferentes temas e gêneros fotográficos como retratos e paisagens.

Ijuí

  • BR RSMADP AI
  • Coleção
  • A partir de 1893

Contexto de Ijuí-RS; colonização; imigração; desenvolvimento. Documentação coletada e adquirida por doação da comunidade de Ijuí e destina-se à representação das funções dos diversos setores do município. Os documentos de diferentes gêneros têm relação com seguintes temas: administração pública, genealogia familiar, comunicação, setores da economia, educação, cultura, esporte e lazer, saúde, política e religião.

DESTAQUE DA COLEÇÃO:

Genealogia (Textual);
Cartório Eleitoral de Ijuí (Textual);
Comissão de Terras e Colonização do Arquivo Ijuí (Textual);
Prefeitura Municipal de Ijuí (Textual);
Fotografias (Iconográfico).

CONTEXTO HISTÓRICO DE IJUÍ:
A formação do atual município de Ijuí teve início em 1890, com a criação da Colônia Ijuhy, na região Noroeste do Rio Grande do Sul, considerada oficialmente desse Estado e efetivada por orientação da Comissão de Terras e Colonização. A ocupação da área ocorreu com o incentivo à vinda de diversos grupos étnicos, que conforme Marques e Grzybowski (1990), basicamente eram constituídos por imigrantes europeus ou seus descendentes, provenientes das primeiras áreas de colonização do Rio Grande do Sul, a fim de exercerem atividades agrícolas. Considera-se como data de fundação de Ijuí, 19 de outubro de 1890 (o ano de criação da colônia),
que significou o início da ocupação das últimas áreas disponíveis do Rio Grande do Sul, para onde eram enviados imigrantes recém-chegados da Europa: alemães, teuto-russos, poloneses, italianos, letos, austríacos, húngaros, suecos, franceses, espanhóis e, pouco depois, uma geração moça, excedente das “colônias velhas”, isto é, das áreas ocupadas inicialmente por alemães e italianos a partir de São Leopoldo e Caxias do Sul (MARQUES; GRZYBOWSKI, 1990, p.9-10).

Canabarro (2011), entretanto, ressalta que o território da Colônia era ocupado anteriormente ao processo de colonização europeia, por luso-brasileiros, como os caboclos, mais tarde reconhecidos por “nacionais”, que praticavam a colheita da erva-mate e outros trabalhos agrícolas em pequenas lavouras. Conforme Callai (1987), os caboclos não eram proprietários de terra, suas áreas eram consideradas devolutas, ou sem donos, por isso, salienta-se a importância de recordar que a agricultura e o povoamento de Ijuí não iniciaram com os imigrantes, com esses últimos, apenas se constituiu um processo formal de ocupação, onde a terra passa a ser mercadoria:
Como a colônia era oficial, o governo vendia a terra em condições especiais. O prazo de pagamento da terra era de cinco anos. Ao custo da terra, em muitos casos, eram acrescidas as despesas havidas no transporte e alimentação do imigrante, no fornecimento de ferramentas, sementes, etc. (CALLAI, 1987, p.10-1).

O autor, portanto, explica que para o sucesso da ocupação e colonização, tanto colonos como luso-brasileiros que adquiriram terras para produzir, dependiam, não somente da obtenção de alimento para a própria subsistência, mas de garantir um futuro a longo prazo, como um excedente para pagar a terra adquirida, ter lucro e comprar novas terras. Lazzarotto (2002) afirma que Ijuí foi caracterizada, além da diversidade étnica, pelo trabalho e rápido desenvolvimento, em decorrência da policultura agrícola, posteriormente da mecanização, indústria e comércio, tendo a cidade recebido o codinome de "Colmeia do Trabalho" (IBID., p. 183). O autor explica o desenvolvimento econômico do município em três fases: fase de subsistência; fase de policultura para o mercado interno e exportação; fase de industrialização.

Diversos

Álbum de fotografias da 1ª Expoijuí em 1981

  • BR RSMADP AI-I-3-AI 3.6 0648 05571
  • Item
  • 10/1981
  • Parte deIjuí

Parque de Exposição Assis Brasil, Ijuí, RS. Histórico da Expoijuí: No IMEAB, sob a coordenação do Diretor da Escola, Prof. Adair Casarin e apoio estratégico da Prefeitura, da ACI, da Fidene e da FACACEI/CECA, foi criada uma Comissão Interinstitucional que em 23/5/81 propôs o nome de EXPOIJUÍ ao evento que deveria ser realizado em outubro do mesmo ano, durante o período de 11 a 19/10/81. Desde o início a ExpoIjuí foi realizada no Parque de Exposições Assis Brasil e que teve sua remodelação iniciada em 1984 dando posteriormente ao local nova denominação em homenagem ao prefeito na época: Parque de Exposições Wanderlei Agostinho Burmann.
Com imagens da Cerimônia de inauguração; Hasteamento de bandeiras; recepção de autoridades; discurso de abertura; vista aérea do Parque de Exposições Assis Brasil (atualmente Wanderlei Agostinho Burmann). Com a presença de Viecelli, Professor Afonso C. Haas, Adair Casarin, Seci da I. C. Zardir, Wilson Mânica, Ortiz Scherer, Rainha e princesas, Armando Pidol, Rubi Matias Dhiel, José Henrique da Silva (Repórter RPI), Emílio Perondi, José Otávio Germano, Bruno Haas, Oliver Scherer, Regente Corsan (Maestro da Banda), Nelson Gielser, Armando Porch, Reinaldo Komers, Alberto Hoffmam, Repórter Alberi Gamarra, Abindi, Professor Affonso Haas, Joceli Tomé, Baggeti, Lardin, Regente Corsan, Júlio Brunelli (Banrisul), Luiz Menegon. Expo-ijuí; Expo - Ijuí.

Expo-Ijuí - Casa Portuguesa

  • BR RSMADP AI-I-3-AI 3.6 0630 5162
  • Item
  • s.d.
  • Parte deIjuí

Parque Exposição Wanderley Burmann - Ijuí/RS, A imagem mostra um momento da Missa, celebrada por Frei Genésio, na Casa da Etnia Portuguesa.

Desfile Etnias - Praça da República

  • BR RSMADP AI-I-3-AI 3.6 0641 05173
  • Item
  • s.d.
  • Parte deIjuí

Praça da República - Ijuí -RS. Desfile Etnias, integrantes da etnia portuguesa desfilando.

Expo-Ijuí - integrantes da Etnia Portuguesa

  • BR RSMADP AI-I-3-AI 3.6 0640 05172
  • Item
  • s.d.
  • Parte deIjuí

Parque de Exposições Wanderlei Burmann - Ijuí/RS. A imagem mostra vários integrantes da etnia portuguesa.

Expo-Ijuí - Desfile Étnico

  • BR RSMADP AI-I-3-AI 3.6 0639 05171
  • Item
  • s.d.
  • Parte deIjuí

Ijuí - RS - centro. A imagem mostra desfile étnico, pelo centro da cidade. Integrantes da etnia portuguesa, tipicamente vestidos, desfilam com placa de "500 anos".

Resultados 1 até 10 de 16